Drogas

Cheguei em casa repetindo incessantemente que o erro não iria se repetir. Todo viciado diz que é a última vez, mas nunca é.

Mas eu queria acreditar no mantra que em voz alta dizia: foi a última vez, foi a última vez. Eu acreditava naquilo. Eu precisava acreditar. Quando o vício me consome, irresistíveis forças me envolvem, cego-me e esqueço de todas as consequências.

Já era dia, com a luz do Sol entrando pela janela do banheiro tirei a roupa. Sentia como se cada parte do meu corpo estivesse suja. Desejavam um banho, mas sabia que a água não limparia as marcas dos prazeres que provei naquela madrugada.

Podia ser álcool, outra Droga qualquer, mas meu vício era o sexo. E a água não poderia me salvar das consequências. Nada poderia.

Anúncios

Convite

O olhar dele era um convite. Quando a gente precisa qualquer detalhe é um convite. Eu podia sentir o cheiro do sexo naquele lugar, o prazer era meu guia, era energia que me envolvia. Certo ou errado, procurando uma mentira nova por alguns minutos de prazer.

O olhar dele era desejo. Quando a gente precisa qualquer detalhe é desejo. Eu dizia que não, mas meu corpo queria estar ali. Eu pensava: só mais hoje, mas sabia que não era o fim.

O olhar dele era abrigo. O meu corpo era vício, minha alma culpa. Duelo eterno, risco, perigo, luta. Quando a gente precisa qualquer detalhe é abrigo e só depois do gozo encontro o suicídio.

Follow Friday – 2

Enfim a Sexta-feira chegou! Vamos para o Follow Friday de hoje?

friday letters

Quando eu comecei a usar o wordpress, em Setembro de 2007, encontrei alguns blogs que se tornaram muito queridos por mim e de certa forma me influenciaram bastante. Hoje quero dividir um deles com vocês e dois grandes amigos que fiz por causa dele.

Sexualidade, comportamento e histórias envolventes e deliciosas: Me and my secret life era meu destino diário na web. Me and my secret life contava a história da personagem B. O blog durou um ano e deu origem ao A Vida Secreta, um blog informativo sobre sexualidade que se tornou referência na web. B., junto com o amigo e parceiro Admin Secreto, fez a diferença na vida de muitos internautas e mostrou que ser diferente é normal.

Os anos se passaram e me tornei amigo dos dois. Beth Vieira estava por trás da personagem B e Celso Bessa do Admin Secreto. Vamos conferir o A Vida Secreta?

avs

Mas não para por aí, ambos possuem atualmente alguns projetos e blogs pessoais que eu sigo e sempre acompanho.

Celso Bessa é um nerd rebelado e geek retrô. Antenado em tecnologia, cervejas, sexualidade e brigadeiro, seu blog é o www.celsobessa.com.br. Além de muitos novos projetos que logo estarão na web para nossa felicidade.

celso-bessa

O blog da Beth Vieira é o www.facebeth.wordpress.com. Ela é designer de moda por formação e webwriter por paixão. Além disso ela é colunista no Vila Mulher. Beth é uma loba em pele de cordeirinha. Adoro!

facebeth

vila-mulher

Uma ótima sexta-feira para nós e semana que vem tem mais #FF.

Beijo para quem é de beijo. E abraço para todos!

Sentido Contrário – I

Ele entrou no sentido contrário do metrô. Não por acaso ou por engano.
Desceu na estação errada, hora errada de um sábado qualquer. Não queria admitir, mas queria estar ali. Queria sentir a cidade e queria ser visto por ela.
Não, ele não queria amar nem ser amado. Nada de final feliz barato, daqueles comprados na banca de jornal. Da cidade ele queria apenas o sexo em sua forma mais crua. Queria uma felicidade instantânea. Sua vida era instantânea.
Sentido contrário da sua casa. O metrô o levava sentido cidade, sentido centro, noite e prazer. Marcus nunca mais seria o mesmo. Nem eu.

Às vezes

Às vezes tenho nojo de mim,
nojo do meu corpo cheirando sexo.
Às vezes – tantas vezes – prometo que é o fim.
Tenho medo dos meus olhos que procuram
Da minha boca que sorri
Do tesão que me trai
Às vezes tenho medo
Outras vezes só desejo
pelo corpo de outro
Só o corpo.
E depois do gozo fica esse nojo
Às vezes do corpo, outras vezes de mim.