Incertezas

Viver é uma grande incerteza. Morrer é a única certeza que existe no meio do caminho. Amar também é uma grande incerteza. Mas morrer de amor é quase acordar de tantas duvidas. São sorrisos bobos, olhares não mais perdidos, certezas inabaláveis. É uma nova existência dentro de outra.

Incertezas a dois nos fazem crescer mais rápido. Aprender a olhar no espelho diariamente faz a gente ver tantos erros que antes não enxergávamos. É como tirar as vendas, como que ao conhecer o outro também aprendemos a nos conhecer. Sem máscaras. Sem desculpas. A vida não dá garantia de nada para gente. Nem o amor. Mas mesmo assim a gente vive, mesmo assim a gente ama. Cheios de inocência, curau de milho verde e uma quente alegria permanente em nossos corações. Apesar da incerteza de ser eu sou grato. Grato pela vida e pelas muitas pessoas que fazem parte dela. Grato pelo amor. Amém!

incompletudes

Follow Friday – 3

sexta-linda

Escrevinhadora, leitora, chocólatra, notívaga, paulistana e corinthiana. Ou seja, muita desgraça junta para uma pessoa só. Assim se define a Srta K., minha amada jornalista que transforma vida em poesia e reflexão no blog Incompletudes.

Conheci ela em Setembro de 2007, o tempo voa né Darling? Me sinto uma idosa… nossa amizade só cresceu com os anos e diferente de mim, que mudei de blog como quem muda de roupa risos, o Incompletudes continua em plena atividade até hoje.

E para começar Maio fica o meu #FF para ela e o Incompletudes. Que Maio traga tudo o que ela deseja. Adoro a forma como ela escreve, adoro suas aventuras e suas reflexões. Bora conhecer essa moça linda que eu amo?

incompletudes

“darling”…”never let me go”

Beijos Beijos

A Franga Campineira

friday letters

Follow Friday – 2

Enfim a Sexta-feira chegou! Vamos para o Follow Friday de hoje?

friday letters

Quando eu comecei a usar o wordpress, em Setembro de 2007, encontrei alguns blogs que se tornaram muito queridos por mim e de certa forma me influenciaram bastante. Hoje quero dividir um deles com vocês e dois grandes amigos que fiz por causa dele.

Sexualidade, comportamento e histórias envolventes e deliciosas: Me and my secret life era meu destino diário na web. Me and my secret life contava a história da personagem B. O blog durou um ano e deu origem ao A Vida Secreta, um blog informativo sobre sexualidade que se tornou referência na web. B., junto com o amigo e parceiro Admin Secreto, fez a diferença na vida de muitos internautas e mostrou que ser diferente é normal.

Os anos se passaram e me tornei amigo dos dois. Beth Vieira estava por trás da personagem B e Celso Bessa do Admin Secreto. Vamos conferir o A Vida Secreta?

avs

Mas não para por aí, ambos possuem atualmente alguns projetos e blogs pessoais que eu sigo e sempre acompanho.

Celso Bessa é um nerd rebelado e geek retrô. Antenado em tecnologia, cervejas, sexualidade e brigadeiro, seu blog é o www.celsobessa.com.br. Além de muitos novos projetos que logo estarão na web para nossa felicidade.

celso-bessa

O blog da Beth Vieira é o www.facebeth.wordpress.com. Ela é designer de moda por formação e webwriter por paixão. Além disso ela é colunista no Vila Mulher. Beth é uma loba em pele de cordeirinha. Adoro!

facebeth

vila-mulher

Uma ótima sexta-feira para nós e semana que vem tem mais #FF.

Beijo para quem é de beijo. E abraço para todos!

Amizades

É incrível nossa trajetória. De onde viemos e onde estamos. E quem sabe para onde vamos? É incrível o carinho que sinto pelas mais diversas pessoas que passaram na minha vida. Cada momento faz parte de um Daniel diferente, novo, experimentando e descobrindo o mundo. Descobrindo as pessoas. E como é bom rir dos erros do passado. Rir de quanta bobagem já fiz e falei. Mas o importante é que em todos os momentos eles estavam comigo: os amigos. Alguns continuam ao meu lado, outros se tornaram virtuais e estão no facebook, alguns virtuais se tornaram reais e outros tantos fazem parte de lembranças boas. E vão sempre estar comigo em pensamento. E com certeza o grande barato da vida é esse. Não simplesmente de onde viemos e onde estamos. Mas com quem chegamos até aqui. E lembrar que somos, apesar de todas as muitas diferenças, iguais, merecedores de respeito e agradecimento. Obrigado aos meus amigos. Sempre.