Sobre o começo

Ando preferindo à segunda-feira ao final de semana, trabalhar me ajuda a esquecer os problemas, pelo menos a maior parte deles. Porém hoje parece que trabalhar não é o suficiente. As dúvidas e incertezas estão aqui na minha mente e escrever se tornou uma última solução para me livrar delas.

A primeira vez que criei um blog eu tinha pouco mais de dezessete anos e não sabia exatamente sobre o que escrever. Hoje com vinte e quatro faço a mesma pergunta. Como começar?

Me pergunto o quanto mudei em sete anos. Será que o mundo muda a gente ou a gente que muda o mundo? O mundo me transformou em alguém diferente, ou apenas me possibilitou ser quem eu realmente sou?

Continuo me conhecendo tão pouco. Desconhecer a si mesmo parece um bom motivo para começar um novo blog. Acabei de ler sobre isso em um texto de uma amiga e tomei coragem para começar a escrever.

Ando ensaiando um blog novo desde novembro – até antes eu acho, dia após dia pensando como começar, sobre o que falar. Adiei demais e enfim estou aqui.

Ando adiando tanta coisa, não sei bem quando comecei a deixar tudo para depois. Bem clichê, mas a vida passa rápido e ando sentindo medo. Medo do tempo, pode?

Como dizem por aí a prática leva a perfeição, então talvez a gente só precise começar. Os próximos Posts vão sair melhores – eu espero.

E sobre meus problemas ando preferindo não pensar neles ( simples né?!), mas acho que preciso enfrentá-los logo. Adiar não me leva para lugar algum e me pergunto se estou ganhando ou perdendo tempo.

A vida está sempre cheia de surpresas e coincidência interessantes e escrever é a minha forma de tentar entendê-la. Ou não.

Enfim estou de volta.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Sobre o começo

  1. nossa, eu li um outro post seu onde diz que está envelhecendo, achei que fosse bem mais velho…rs
    escrever é um santo remédio, meu blog é como uma sessão na terapia. comecei achando q ninguem iria ler e em poucos meses tinha mais de 50 mil visualizações mas para ser visto é importante ver tbm…procurar blogs q lhe agradem, comentar…depois de um tempo a gente faz amigos, confidentes…tem gente que me conhece melhor que muitos “amigos físicos” (os que nos veem, nos encontram, conhecem nossa casa…)

    • Eu só reclamo que nem velho risos… mas aida estou um brotinho…
      Escrever é muito bom mesmo, e quanto mais escrevo mais dá vontade de continuar. ADOROO.
      Vou começar a conhecer mais blogs, e fazer novos amigos. É baum!!!
      Estava sentindo falta disso.

      beijos e bem-vinda ao meu novo cantinho bagunçado.

Deixe um comentário...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s